A Arte dos Posters – Parte 1

Pode parecer pura nostalgia mas uma das características mais marcantes do cinema, sem dúvidas, eram as artes gráficas feitas por artistas para ilustrarem posters promocionais e capas de VHS (posteriormente, dvds).

Grandes artistas contribuiram com belas artes conceituais, constituindo em alguns casos um interessante efeito de serem mais interessantes e chamativos que os próprios filmes que promoviam. E nessa mistura bem sucedida de arte gráfica e cinema, foi responsável por dar vida à imagens iconicas, perpetuadas para sempre na cabeça do público.

Quem não reconhece o poster de Vertigo, clássico de Hitchcock ? ou a misteriosa imagem que ilustra o poster de The Thing, o espetacular remake de John Carpenter ?

Saul Bass

"West Side Story" de 1961 e "Vertigo" de 1958

Saul Bass, nascido nos Estados Unidos em 1920, foi de diretor de cinema até colaborador e desenhista. Mas foi através de seu design gráfico de posters e sequências de aberturas de filmes animadas que fez fama, sendo reconhecido como um dos maiores artistas do segmento.

Saul trabalhou com alguns dos maiores nomes do cinema como Alfred Hitchcock, Kubrick e Martin Scorsese. Alguns dos seus trabalhos mais famosos incluem a bela cena de introdução de “Norte por Nordeste”, “Spartacus”, “Psicose” e “Casino”.

No ramo dos posters promocionais, Bass ilustrou diversos filmes famosos como “O Iluminado”, “Vertigo”, “Anatomia de um crime”  e o épico de guerra “Exodus”, ambos dirigidos por Otto Preminger.

"The Man With The Golden Arm" de 1955

Apesar de ser um artista bem sucedido como ilustrador de posters, sua dedicação maior era com as cenas de aberturas que o fizeram famoso e reverenciado. Se aventurou em outros meios e, em 1974, dirigiu a desconhecida pérola de ficção científica “Phase IV”.  Morreu em 1996, seu ultimo trabalho foi com Casino, junto de Martin Scorsese.

"The Shining" de 1980 e "Anatomy of a Murder" de 1959

Richard Amsel

"Chinatown" de 1974 e "Murder on The Orient Express" de 1974

Amsel nasceu nos Estados Unidos, em 1947. Após estudar na escola de arte da Filadélfia, acabou por ser escolhido pela Fox para ser o ilustrador do musical “Hello, Dolly!” e, apartir daí, se tornou famoso na cena nova-iorquina, ilustrando capas de albuns e posteriormente posters promocionais de filmes.

Sua qualidade como artista era o poder de criar ilustrações remetendo à nostalgia, posters em um estilo clássico como em “The Shootist” de Don Siegel e “The Big Sleep” de Robert Mitchum, até artes conceituais modernas, coloridas e vibrantes como os trabalhos que fez para a série “Indiana Jones” e “Flash Gordon”.

"The Big Sleep" de 1978

Ilustrou capas de diversas revistas como a Time e Tv Guide, sendo seu ultimo trabalho para o filme “Mad Max Beyond Thunderdome” em 1985, morrendo no mesmo ano devido à complicações decorrentes da AIDS.

"Raiders of The Lost Ark" de 1981 e "The Dark Crystal" de 1982

Bob Peak

"Apocalypse Now" de 1979 e "Camelot" de 1967

Nascido em 1927 no Colorado, Peak se formou em 1951 em arte e começou a trabalhar em agências de anuncios. Seu talento o levou a ilustrar mais de 130 posters de filmes e diversas capas de revistas, além de até mesmo ter criado artes para selos.

Seu trabalho é reconhecido como um ponto crucial de modernização dos posters promocionais, já que se usava de cores vibrantes e belas ilustrações.

Anuncio da bebida "7-up" em 1964

Trabalhou em posters de filmes como a série “Star Trek”, “Apocalypse Now” de Coppola, “Superman”, “Camelot”, “Rollerball” de 1975 e a icônica arte para “Enter The Dragon” com Bruce Lee.

Morreu em 1992, seus últimos trabalhos foram como ilustrador das olimpíadas de verão de 1984.

"Star Trek" de 1979 e "My Fair Lady" de 1964

"Enter The Dragon" - 1973

Renato Casaro

Nascido em 1935, Casaro é um ilustrador italiano que ganhou fama como ilustrador de diversos filmes da poderosa compania de Dino de Laurentiis, colaborando com diversos diretores renomados como Sergio Leone, Francis Ford Coppola, Bernardo Bertolucci e Luc Besson.

Alguns de seus trabalhos mais famosos incluem “Running Man” com Arnold Schwarzenegger, “Amadeus”, “Dune”, “Rambo” e “Conan”.

Seu estilo se popularizou entre filmes de ação, por ilustrações realistas e dinâmicas, apesar de também ter ilustrado posters de forma mais clássica e com traço refinado.

Tom Chantrell

"Star Wars" de 1977

Nascido na Inglaterra em 1916, Tom Chantrell ficou conhecido por ser ilustrador de diversos filmes da Hammer, produtora britância especializada em horror.

Seu metodo era pouco ortodoxo, não assistia aos filmes que ilustrava mas apenas pedia o plot e chamava amigos pessoais e familiares para posarem para as fotos. Entre seus diversos trabalhos, se destacam o poster original de “Star Wars” e diversos filmes da Hammer como “Dracula Has Risen From The Grave”, “Quatermass and the Pit”, “The Scars of Dracula”, “Horror Express”.

"One Million Years B.C." de 1966

Morreu em 2001, após ter trabalhado durante os anos 80 e 90 como ilustrador de capas de VHS.

"Vampire Lovers" de 1970

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s